Skip to content

Mudando endereço, de novo!

06/06/2010

Pois é, eu achei que comprar um dominio de site e assinar uma hospedagem fossem me dar menos trabalho, mas quem manda inventar?? Estou desde quinta-feira tentando fazer a migração do blog para outro endereço, e depois de muito erro e quase perda de conteúdo, está quaaaaaaaase tudo pronto.

Sendo assim, este é o último post aqui no wordpress, e as novidades agora estarão no www.vidamuitodoce.com.br !!!!

Ainda estou arrumando as fotos dos posts antigos, mas o restante está todo lá! Essa semana ainda devo fazer alguns ajustes, mas já podem começar a nos visitar na “casa nova”!!!

Mais tarde escrevo sobre esse final de semana…..no outro endereço!

Força, beijos!

Dia na Fazendinha com pai

04/06/2010

Bom, não sei muitos detalhes, mas recebi fotos do passeio que o Gui fez com o pai ontem, em uma fazendinha no meio da cidade!

O que eu sei: como normalmente acontece nos finais de semana/feriado, os horários são um pouco diferentes e atrasos acontecem, então parece que as refeições foram todas um pouquinho mais tarde, só o jantar que foi bem mais tarde do que o normal, lá pelas 21h, e como estava com glicemia em 197 mg/dl, o Leo aplicou 1 dose de Novorapid. Dose certa, mas como já era tarde, fica sempre o medo da hipo de madrugada, já que essa hora, normalmente ele só toma um leite antes de dormir. Pedi que medisse à meia noite (177mg/dl), quando nos falamos,  e com esse valor não precisou acordar de madrugada (ele tentou me ligar, mas o telefone ficou dentro da bolsa e não ouvi, falamos quase meia noite, já com Gui dormindo).

Acordou com 95 mg/dl. Que bom que deu certo, mas confesso que me deu um frio na espinha quando ele me disse que o jantar tinha sido às 21h, e ainda com Novorapid, afinal, há 3 meses que falamos em não aplicar essa insulina tão próximo de dormir, mas se ele ainda ia jantar, não tinha outro jeito mesmo, apenas monitorar o resultado. .  e o Gui parece ter aproveitado bastante o passeio, pela carinha dele nas fotos!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ele disse esses dias que não queria mais dormir na barraca todo dia, só usar para brincar, então ontem eu mudei tudo de lugar de novo: a cama voltou para o quarto dele, e o quarto do fundo virou de brinquedo! Tô louca para ver a cara dele, já que é bem parecido comigo nisso: adooooora mudança!!!

Mais tarde eu passo para contar como foi.

Força, beijos.

Lembrancinha doce, mais uma vez….

02/06/2010

Ontem teve uma festinha na escola de novo, e hoje de manhã, quando perguntei como tinha sido, ele disse que foi legal, mas completou: Mãe, porque as outras mães sempre mandam doces que não são diets?? Assim não posso comer… A boa e velha discussão sobre lembrancinhas de festas. Falei que ia olhar o que tinha vindo e que daria o que fosse possivel.

Nada demais, umas balas, confetes, dá para comer…mas achei interessante o questionamento DELE. Por que a gente se perguntar isso é uma coisa, mas uma criança de 5 anos, né?

Hoje ele foi para a casa do pai e volta sexta-feira. Quem sabe o Léo se anima e me passa um E-mail amanhã contando como foi, e eu coloco aqui no blog, vamos ver.

Por enquanto é isso. Estou “apanhando” para configurar o novo endereço do blog (vai ficar chique!), mas logo logo terei novidades!

Força, beijos.

Final de semana fora de casa!!

31/05/2010

Parece besteira, mas um final de semana inteiro sem internet poderia ter me deixado muito irritada, mas como ficamos fora de casa, só fiquei chateada ontem à noite por não ter conseguido publicar tudo que fizemos! Sinto falta de escrever aqui, de não contar o que fizemos e ouvir/ler os comentários…engraçado, né?

Vou resumir o que der!

Sábado

Dextro = 87 mg/dl – Café da Manhã: 8:30h – leite e duas torradas (não quis comer mais….)

Lanche manhã: 11h – yogurt + Pêra

Marcamos almoço com um casal de amigos e sua filhota, às 13h, mas ao meio dia ele começou a dizer que estava com muita fome: dextro = 67 mg/dl. Como só almoçariamos por volta das 13:30h, dei um pouco de suco normal de uva e umas batatas Ruffles para tapear. Funcionou.

Dextro = 121 mg/dl – Almoço: 13:30h – Nhoque ao sugo, bolinho Suavipan Light (sim, eu levo na bolsa suco e sobremesa) e suco Ades Light.

Dormiu no caminho de volta para casa (dormiu no carro e parei um pit stop), entre 15h e 17h, e quando acordou estava com 306 mg/dl! Hein?!?! Lembrei que ele não tinha lavado a mão depois do bolinho e resolvi arriscar uma nova medição pós mão lavada: 232 mg/dl. Parece bobeira, mas isso fez a diferença entre aplicar 2 ou 3 doses de Novorapid!!

Depois de aplicar a Novorapid, fomos direto na casa dos pais do Léo, que estava viajando, para lanchar com os avós!

Lanche da Tarde / Jantar: 18h – 1 fatia de melão, 2 bisnaguinhas com peito de peru e suco de pêssego light.

Saímos de lá e fomos para a casa do melhor amigo dele, que está em fase final de mudança para uma casa deliciosa, pertinho da nossa! Ficaram umas 2h na pilha total! Muito bom, amo essa família….sabe quando você sente que seu filho está em um lugar onde há estrutura familiar, amor, cuidado?? Logo mais ensino aplicação de insulina para que o Gui possa dormir lá!!! rsrsrsr

Ceia: 21h – dextro = 221mg/dl – leite e 1 bisnaguinha (besteira minha, não precisava desse pão com um número alto desse, melhor teria sido uma fatia de queijo, mas ok).

E atendendo a pedidos, Gui dormiu nos meus pais, encerrando o dia mais doq eu feliz!

Domingo

Dextro = 111 mg/dl – Café da manhã: 7:30h – 1 fatia de melão, meio pão sírio e leite.

Lanche manhã: 10:30h (no carro, porque já estávamos atrasados para o evento no Ibirapuera) – yougurt + maçã.

FlashMobDiabetes, no Ibirapuera – Foi muito, muito legal, conhecemos um monte de gente nova, o pessoal da organização foi super legal, todo mundo interagindo. O mais engraçado é que quando entramos no parque, ainda longe do ponto de encontro, ele já disse: nossa, todas essas pessoas tem diabetes também?!? Não filho, talvez alguns, mas estamos indo encontrar ainda o nosso pessoal. Ah tá…rsrs.

Correu e brincou um monte com a Vivi e a Duda, até a hora do alongamento que fizemos. Dextro antes do exercício = 189 mg/dl e dextro pós exercício = 156 mg/dl.

Ficamos um tempo ainda ali, e depois fomos até a casa da familia de uma amiga de escola, que fica do lado do parque, e onde acabamos almoçando. Como ainda levaria mais de uma hora para o almoço com todo mundo, medi para saber como estava: 73 mg/dl (13h). Comeu uma banana e tomou água de coco.

14:30h – Almoço na mesa, dextro = 64mg/dl. Almoço: salada de atum com ovos cozidos, tomate e mil temperos (amou, e eu não contei que aquilo era peixe, que teoricamente ele não gosta…) e nhoque!! Brincou bastante, correu atrás do cachorro, se divertiu e….

Dormiu no carro, voltando para casa. Acordou quase 19h, e eu achando que daria o mesmo número de ontem, já que o almoço foi igual, dormiu igual, mas não, o exercício do dia foi diferente: dextro = 100 mg/dl (19h).

Jantamos nos meus pais (macarrão e carne) e voltamos para casa, com as pernas para cima, cansados e felizes!!!

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Mamãe, eu gostei muito desses dias, porque a gente fez um monte de coisas diferentes, com um monte de amigos. Adorei ver a Vivi e a Duda de novo”.

Quando eu digo que a diabetes melhorou nossa qualidade de vida, não é hipocrisia…..

Força, bjos

Testando a canetinha no braço…no MEU!

27/05/2010

Hoje teve novidade!!! Além de ter ido buscar o Gui na escola, porque meu pai foi buscar minha mãe no trabalho, fizemos coisas novas!!!

Aproveitando que ele ficou muuuuuito feliz em me ver no portão, já que foi a segunda vez, chegamos em casa e fiz uma lista de tudo que tínhamos que fazer, porque ontem quase esqueci de colocar o remédio no ouvido:

  • Fazer xixi,
  • Lavar a Mão
  • Medir dedinho
  • Banho (de nooooovo mãe?!?!?)
  • Brincar
  • Tomar o suquinho de laranja (remédio expectorante)
  • Remedio no ouvido
  • Remedio no nariz
  • Ver TV, se der tempo
  • Medir dedinho
  • Insulina
  • Leite
  • DORMIR (como se fosse possível esquecer disso….)

Foi divertido, cada coisa que ele fazia, vinha perguntar “onde eu risco mamãe”?!

Bom, depois do banho, ele estava me falando que na escola tem 2 amigos que sempre ficam perto dele quando ele vai medir o dedo. E começou a conversa: “Devem ter orgulho de ter um amigo tão corajoso filho….mãe, eu queria mostrar a canetinha para eles, mas não posso tirar a roupa na escola, porque eu faço no bumbum ou na perna. Ainda tenho medo de fazer no braço…”

Seguindo uma dica da Nicole, que no inicio da diabetes da filha se furou inteira para saber onde doía menos e ensinou a Vivi que deviam fazer em outros lugares, falei super animada: VOU FAZER NO MEU BRAÇO!! “De verdade, mãe??” Sim filho, mas sem apertar a insulina, só colocar a agulha! Tá bom, eu sou o médico que cuida de você….

Quando fui montando a caneta, ele fechou a cara. Disse que não era para eu fazer “porque eu não quero que você sinta dor”. Socorro, como faz para não chorar na cara da criança?!?!? Eu disse que não ia doer, porque se ele era corajoso e deixava eu aplicar todo dia, ele podia fazer uma vez em mim que não teria problema… Eu fiz a pinça no braço e ele colocou. Confesso que fiquei com medo de sentir qualquer coisa e fazer uma cara feia na hora, mas não doeu nada, de verdade! Daí o bichinho se animou e saiu furando meu braço, barriga, foi engraçado. Ele me olhou com uma cara de “você é minha heroína”, mil abraços e foi continuar cumprindo a lista: TV!

Somos companheiros, em tudo!!!!!

Fotinho do jantar, só para mostrar que ele come feijão e abobrinha, além de panqueca, quem sabe anima a criançada por ai!!!

Vou dormir feliz.

Força, beijos.

Gui no trabalho!

26/05/2010

Só consegui parar de verdade agora, foi um dia corrido.

Logo cedo fomos na fono, para nos despedir. Por uma questão de logistica (levávamos 1h para ir e quase isso para voltar), estamos mudando para uma amiga dela, e da minha mãe também, que tem consultório na nossa rua!!! Perfeito. Sentiremos saudade, mas nos veremos de outra maneira.

Preciso voltar a colocar a fruta no lanche da manhã, junto com o yogurt, para ver se aumentamos um pouco o número pré-almoço: está há 3 dias próximo do 60. Como estava frio, e o Gui estava mais parado, reduzimos um pouco o lanche para evitar hiper no pré almoço, mas acho que as atividades matinais aumentaram e não voltamos ao lanche normal. Vou falar com meu pai amanhã.

Ontem eu tive reunião de manhã e a tarde, e como meu pai teve missa na hora do almoço (para quem ainda não sabe, ele toca flauta transversal), eu deveria ter vindo em casa para fazer a medição, porque minha mãe está viajando…mas não consegui. Sorte que tenho um anjo da guarda que trabalha aqui em casa e que já viu algumas medições e assumiu a função!! A glicemia estava em 55, então foi tranquilo, só deu almoço normal e levou na escola! Depois me ligou para contar tudo. Agradeço estar cercada por pessoas que conseguem me ajudar, cada uma do seu jeito!

Hoje à noite, nova missa, mas antes ele pegou o Gui na escola e o deixou no meu trabalho com mala completa: glicosímetro, insulinas e lanche, muito lanche. Deu para todo mundo comer alguma coisa! Esqueci de tirar foto do piquinique, mas tirei dele em cima da moto do diretor da agência, amou!!! Coisa de meninos…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Amanhã tenho coisas novas para contar, hoje estou muito cansada…

Força, beijos.

Um Pirulito de Chocolate

24/05/2010

Só porque hoje eu escrevi que estava tudo bem, que o Gui já estava adaptado, veio a novidade, um desabafo com o avô…

Teve festinha na escola (nem quis comer doce, comeu só parte do lanche dele, porque a medição deu 162, e completou com um risoles) e ele trouxe de lembrancinha um pirulito de chocolate, em forma de meia bola de futebol, PINTADA DE VERDE E AMARELO!!! Quis comer, mas meu pai pediu que ele me esperasse, para saber se podia, que não era sempre que dava pra comer chocolate, e tal….e daí veio a resposta: “eu preferia quando não precisava medir o dedinho toda hora, nem fazer a canetinha e eu podia comer de tudo!!” Não preciso dizer que meu pai ficou em pedaços, né?? Explicou que era assim mesmo, que ele não era o único que fazia essas coisas….

Cheguei bem na hora que ele estava acabando de comer a gelatina de sobremesa, parei na frente dele e disse: querido, mesmo que você não tivesse diabetes, eu não deixaria você comer um chocolate pintado de verde e amarelo, prefiro que coma chocolate de verdade. Quer uma bolacha de chocolate (Bono)?? QUERO!!! Mas quero duas, mãe…OK!

A glicemia agora deu 198, não é baixo, mas sem stress: tomou leite só antes de dormir e pronto, amanhã é outro dia.

Pode ser radical da minha parte, mas eu juro que prefiro dar algo que sei de onde vem, do que umas bombas sem rotulo, com mil corantes! E não é de agora, eu não dava antes. E não acho que ele seja menos feliz por causa disso…acho que extravasou um sentimento em uma hora que se viu limitado pela diabetes, porque não tinha reclamado nesse sentido até hoje. Não acho que foi a primeira, nem a última vez, mas vamos contornando como dá.

Já contei do encontro que teremos no domingo, e ele ficou super animado: vou conhecer mais amigos com diabetes?!?! Sim filho, você não está sozinho….NUNCA.

Força, beijos.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.